Bom dia, seja bem vindo!


  • Psicoterapia de Adultos
    Psicoterapia de Adultos
  • Psicoterapia de casal
    Psicoterapia de Casal
  • Psicoterapia de crianças e adolescentes
    Psicoterapia de Crianças e Adolescentes
  • Programa de Orientação de Pais
    Orientação de Pais
  • Orientação Profissional
    Orientação Profissional
  • Iluminare: Grupo Psicoterapêutico para Crianças e Adolescentes
    Iluminare: Grupo Psicoterapêutico para Crianças e Adolescentes
  • Cineterapia
    Cineterapia
  • Grupos Terapêuticos
    Grupos Terapêuticos
  • Cursos e Palestras
    Cursos e Palestras
Anterior Próximo


Charges

Este espaço foi idealizado para que reflexões significativas fossem feitas pelos leitores de modo descontraído, rápido e dinâmico através de charges cômicas, objetivando que estas reflexões obtidas através das charges possibilitassem transformações positivas no indivíduo, nas suas relações e assim por dizer em sua vida.


Mais Charges

Perder o controle ou não conseguir controlar algo, nem sempre é ruim!
As intenções nem sempre são as melhores...
Verdades doídas...
O que é necessidade real, em um período de estímulo ao consumismo?
O que é necessidade real, em um período de estímulo ao consumismo?
Manter a motivação em todas as atividade importantes de nossas vidas ainda é um mistério para algumas pessoas.
Manter a motivação em todas as atividade importantes de nossas vidas ainda é um mistério para algumas pessoas. É preciso se programar, e empregar esforço para conseguir atingir o almejado. Hoje tem se perdido muito tempo com a ideia de imediatismo, que nos leva a procrastinar nossos ideais e desistir crendo no fracasso causado por um fator terceiro. Acostumamos a não nos responsabilizar e então somos sempre reféns da passividade. Não existe uma fórmula mágica para alcançar as metas, apenas um bom plano de conquista. Desta forma é preciso sentir-se motivado, mas também trabalhar para estar motivado. Que esta semana consigamos compreender nossa importância enquanto grandes responsáveis por nossa vida, ou melhor responsáveis sobre o que fazemos com o que ela nos oferece. PSICÓLOGA EM UBERLÂNDIA-MG ✔️CONTATO: 34 98403-1161 PARA MAIS ACESSE: • www.psicologalaismutuberria.com • instagram.com/psicologalaismutuberria #psicologa #psicologia #charge #tirinhas
Há algo sob controle?
Há algo sob controle? O poder ainda tem sido uma força que levanta muitas discussões, alguns acreditam que ele apenas revela a essência de cada um, outros que é capaz de corromper qualquer ser, mas podemos ter uma certeza: quem usa o poder de forma autoritária, persegue apenas seus próprios interesses, ganha inimigos, e está prestes a cair pela falta de controle de seus próprios desejos. Precisamos tomar cuidado com aquilo que está por traz da busca desenfreada pelo poder, na maioria da vezes trata-se de sofrimentos psíquicos que ao se depararem com o meio real, fortalecerá ainda mais a dor. Por isso devemos compreender o que está por trás daquilo que nos motiva.
Você tem refletido sobre os estereótipos que carrega?
VOCÊ TEM REFLETIDO SOBRE OS ESTEREÓTIPOS QUE CARREGA ? Muitas vezes nos damos por convencidos sobre alguns aspectos, pessoas e situações, porém é necessário manter uma postura crítica em relação à vida, lembrando que nada é óbvio e constante em todas as ocasiões. Ao longo dos anos muitas descrições são tomadas como verdades absolutas, como“é preciso que tudo dê certo para ser feliz”, “toda criança é inocente”, “toda mãe sabe cuidar de uma criança”, mas nos esquecemos que como seres humanos, únicos, dificilmente podemos generalizar o comportamento de todo mundo. Por isso precisamos estar atentos se não temos sido guiados por falsos esteriótipos, pois isso pode gerar em nós expectativas sempre frustradas. Então cem tem se baseado suas expectativas? ✔️Para mais acesse: • www.psicologalaismutuberria.com • instagram.com/psicologalaismutuberria • CONTATO: 34 98403-1161 [tags] #psicologa #psicologia #psicologaemuberlandia #charge #psicoterapia #psicoterapeuta #tirinhas #uberlandia
Criatividade é buscar novos caminhos para velhas perguntas.
Criatividade é buscar novos caminhos para velhas perguntas. Perdemos muito tempo lutando contra as situações em nossas vidas e com dados da realidade que não aceitamos bem. Quando isso acontece distanciar, é uma boa opção para tentar encontrar novos caminhos e boas soluções. Contar com a ajuda de pessoas não envolvidas na situação, também pode ser um caminho, para quem está mergulhado no problema. Nem todo problema pode ser solucionado do modo como gostaríamos, mas sempre há um jeito de deixar a situação mais confortável e suportável. Curta, compartilhe Psicóloga Laís Mutuberria Acesse: •site: www.psicologalaismutuberria.com/charges •instagram: @psicologalaismutuberria #charge #tirinha #psicologa #psicologia #uberlandia #psicologaemuberlandia #psicoterapia #psicoterapeuta
PENSANDO NO FUTURO
PENSANDO NO FUTURO Estamos acostumados ao questionamento de quem seremos no futuro, justificado pela ideia do quanto isso é importante. Mas você já parou para pensar como na verdade, além do “que seremos” o importante mesmo é “como estaremos”. Será que aquilo que tomamos como ideal de felicidade, me fará feliz? Pessoas diferentes são felizes de formas diferentes. Então é importante a cada um, encontrar a sua maneira e investir nisso. Curta, compartilhe Psicóloga Laís Mutuberria Acesse: •site: www.psicologalaismutuberria.com/charges •instagram: @psicologalaismutuberria #charge #tirinha #psicologa #psicologia #uberlandia #psicologaemuberlandia #psicoterapia #psicoterapeuta
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO ?
ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO ? A solidão tem sido característico dessa geração de adultos jovens, as relações mostram-se superficiais, descartáveis, e as pessoas com poucas habilidades de enfrentamento, em sua maioria, adotando muitas vezes a inexistência de contato olho a olho substituído pelo digital, evitando o diálogo, a negociação e a troca. As opções que estão disponíveis no ambiente, a permissão para mudança e o contato virtual não representam por si só necessariamente algo ruim, mas alguns de nós escondem-se com comportamentos de fugas, com o descarte de coisas e de pessoas em igualdade, e ainda outros escondem-se atrás da tendência tecnológica para evitar as frustrações possíveis nas relações humanas. Nós, baseados em experiências anteriores, tendemos a criar certas regras para as próximas relações tentado reduzir os erros e impedir os mesmos das experiências passadas. Mas com o excesso destes podemos nos isolar, criar uma auto exclusão e perdermos o que de melhor as pessoas e as relações podem nos trazer ,outros contatos e as novas experiências. Por mais decepcionado que você esteja com as relações humanas permita-se, tente mais outra vez e outra vez...Sempre usando cada vez como aprendizado e não como “prisão”! [Acesse:] •instagram: @psicologalaismutuberria ‪#‎charge‬ ‪#‎tirinha‬ ‪#‎psicologa‬ ‪#‎psicologia‬ ‪#‎uberlandia‬ ‪#‎psicologaemuberlandia‬ ‪#‎psicoterapia‬ ‪#‎psicoterapeuta‬
Precisar da aprovação alheia é muito mais insegurança do que necessidade, o que se necessita mesmo é confiar na própria habilidade.
Precisar da aprovação alheia é muito mais insegurança do que necessidade, o que se necessita mesmo é confiar na própria habilidade. É certa a necessidade de se aprender algo antes ser hábil em realizá-la, mas muitas vezes a insegurança nos deixa refém da aprovação alheia e acreditamos não sermos capazes de realizar algo porque acreditamos que alguém pode fazer melhor. A segurança ressurgirá a medida que treinarmos nossa independência e autonomia, quanto mais treinarmos mais perto do fortalecimento de nossa auto-estima estaremos. Então treinemos a independência para conquista-la! curta Psicóloga Laís Mutuberria [Acesse:] •site: www.psicologalaismutuberria.com/charges •instagram: @psicologalaismutuberria ‪#‎charge‬ ‪#‎tirinha‬ ‪#‎psicologa‬ ‪#‎psicologia‬ ‪#‎uberlandia‬ ‪#‎psicologaemuberlandia‬ ‪#‎psicoterapia‬ ‪#‎psicoterapeuta‬ #psicologiaclinica #clinicapsicologica
Quando as coisas ficam difíceis, o que fazer?
Quando as coisas ficam difíceis, o que fazer? A adversidade é o que nos possibilita encontrar novas perspectivas e encontrar alternativas para lidar com ela. Algumas situações problemáticas poderiam ser encaradas e resolvidas de outra forma caso nosso repertório de respostas fossem maior. Mas como fazer isso? Tal repertório está bastante relacionado a criatividade quanto mais “fora da caixa” pensarmos maior a chance de encontrarmos respostas que não nos frustrem ou não que nos mantenham for do conformismo. Inove, crie e recrie sua vida quanto mais você puder, “faça do limão uma limonada”!  
O QUE TEMOS OFERECIDO AO MUNDO ?
O QUE TEMOS OFERECIDO AO MUNDO ? Parece claro que para cada ação existe uma reação, mas até que ponto estamos sempre respondendo do modo como nos é solicitado ou do modo como estamos habituados a fazer? Muitas situações exigem de nós respostas que dadas de forma impulsiva acabam reforçando aquilo que tanto nos incomoda, assim esperar, avaliar, refletir e escolher a melhor resposta - que em sua grande maioria estarão em comportamentos inovadores - pode acabar com ciclos comportamentais e quebrar defesas responsáveis pela manutenção de atitudes não saudáveis. É muito mais fácil ignorar as dificuldades dos outros, ao contrário de oferecer nosso melhor, enquanto o que de fato transforma o mundo e suas relações são as ações, e não as omissões ou simples discussões livres de ação. #psicologaemuberlandia ‪#‎charge‬ ‪#‎tirinha‬ ‪#‎psicologa‬ ‪#‎psicologia‬ ‪#‎uberlandia‬
Como estamos lidando com as histórias que cruzam nosso caminho?
Como estamos lidando com as histórias que cruzam nosso caminho? Viver é a arte de escrever e contar histórias, é importante ser autor do próprio caminho e aprender a se livrar de pesos que insistem em nos perseguir pela trajetória. Conforme vivemos é inevitável passarmos tanto por experiências positivas como negativas e essas nos constituem enquanto ser. Dessa forma é necessário que retiremos o melhor de cada experiência, seja mantendo ela sempre na memória como um bom motivador ou até mesmo a reeditando experiências negativas de modo que s emoções desagradáveis destas não estejam em seu presente, e saibamos descartá-las, e sim que saibamos levar apenas os aprendizados adquiridos nestas experiências ruins para que não se vivencie novamente a mesma frustração. Tanto uma como a outra nos ajudarão na formação de um novo repertório de ferramentas para próximos eventos. Assim absorva sempre o melhor, enquanto joga fora as emoções negativas daquilo que em nada lhe acrescenta. "Psicóloga em Uberlândia"
A mania de ser pesado...
Em um momento histórico, onde estamos sempre ocupados, não fazer nada, e não ter um motivo de preocupação, pode ser vinculado a um sentimento de inutilidade e parece ser um estilo de vida um tanto quanto distante de nossa realidade atual. Estamos acostumados a nos preocuparmos com tudo e pelo tempo todo. A um ponto onde a ausência de preocupações é percebido como algo “anormal”. Todos os dias exigi-se de cada pessoa o desenvolver de múltiplas tarefas de uma forma eficiente, mas por experiência própria, sabemos como isso não é possível, e então a cobrança aumenta e cresce também nossa frustração por não conseguir executar tantas coisas. Ainda assim precisamos aprender a administrar nossa vida e equilibrar o número de afazeres segundo nossas capacidades, caso contrario estaremos sempre cansados e frustrados e fadados a síndrome do pensamento acelerado.
Em uma sociedade de consumo, nem tudo se paga com cartão...
Grande parte do que nomeamos como valores humanos estão em escassez na sociedade atual que se encontra ocupada e estressada demais. As virtudes, não são fáceis de se encontrar em tempos atuais, e os conflitos interpessoais muitas vezes se iniciam com a falta destas virtudes. As virtudes exigem manutenção de alguns comportamentos que muitas vezes caminham contra explosões emocionais. Comportamentos impulsivos, os quais exigem menos esforço do que comportamentos virtuosos. Assim acaba parecendo caro manter ou até difícil de encontrar em outras pessoas estes comportamentos virtuosos. Educação, paciência e amor são preciosos, evitam os conflitos relacionais e garantem bem-estar físico, psíquico e emocional, e exigem assim como um jardim, um bom cultivo. Cultive essas coisas para quando alguém buscar em você encontrar sem muita dificuldade!
Cada ser humano tem um mundo próprio e único!
Nossa ideia de valoração própria comparada à maneira como julgamos as outras pessoas pode ser comparado ao ditado popular “dois pesos e duas medidas” tirado do comércio. Para alguns comerciantes do Oriente Médio durante muito tempo, se não até hoje, é comum o uso de pesos diferentes para compra e venda de produtos em suas balanças. Para comprar precisam ganhar mais produtos por um preço menor, e para vender usam preços maiores para menos produtos (assim adulteram a balança com os pesos). Estamos sempre desculpando nossos “defeitos” tornando-os características preciosas e fundamentais de nossa personalidade. E como formas de afirmação de nossa autoestima a criação de mundos e realidades alternativas, onde o resto gira ao nosso redor nos protege da desvalorização que pode afetar nossa vida real e comprometer o andar saudável dessa.
Expectativas que nos aprisionam
Criar expectativas é inevitável na condição humana, porém a linha entre alimentá-las e ser engolido por elas é muito tênue. Manter nossas expectativas atualizadas e em desenvolvimento nos proporciona motivação para levar a vida em frente e de maneira excitante. A frustração delas, em compensação, pode revelar medos relacionados à nossas crenças de impotência, que podem determinar se uma frustração pode ou não paralisar de uma vez por todas, o cumprimento das expectativas e os objetivos por trás delas. A função das expectativas é importante lubrificante para que nossa máquina mental, espiritual e física continue funcionando, porém manter nossas expectativas pautadas nos dados da realidade também se mostra tão importante para alcançar nossos objetivos, pois mantendo-nos nos dados da realidade iremos avaliar quão saudáveis e condizentes com as circunstâncias vivenciadas estão as nossas expectativas.
O que aprendemos e o que perdemos com o tempo?
Nosso saber durante a infância, em sua grande maioria, baseia-se na certeza de nossas experiências permeadas pelas fantasias. Durante neste período possui-se uma “licença poética” para compreender o mundo que nos cerca. Com o crescimento tal licença passa a ser reduzida, mas cabe a nós compreender essa nova fase, não tendo em vista o que se perdeu, mas buscando aproveitar da melhor forma e utilizando das novas ferramentas disponíveis para continuar criando e se superando cada dia mais.
Qual foi a ultima vez que abraçou alguém?
Os encontros... Qual foi a ultima vez que abraçou alguém? Na era do digital, os diálogos e bate papos são feitos em sua grande maioria através do WhatsApp... os amigos se reúnem em um bar, mas teclam com outros amigos pelo celular...as famílias se reúnem para jantar e as crianças jogam em seus respectivos tablet`s...os momentos de alegria são rápidos e fugazes mas no facebook impressionam aqueles que curtem sua página... e assim vamos vivendo a era digital sem mesmo nos lembrar da beleza e importância dos encontros!
Como você tem vivido?
É importante o constante exercício de refletir se nossas escolhas, atitudes e atividades diárias refletem o modo como queremos ser e estar no mundo. Muitas vezes, dia após dia são vividos como se nós tivéssemos nos tornado um robô, presos a comandos e automatismos que impedem que as experiências diárias sejam contempladas com seu devido valor.
O que importa?
A tirinha desta semana é destina aos adolescentes que estão prestes a fazer uma escolha profissional e desejam fazer uma escolha consciente e coerente com seu projeto de vida! É importante estar atento às prioridades que definimos todos os dias para nós mesmos, as nossas escolhas e seus determinantes, desde o simples ato de acordar cedo ou deixar que o despertador toque por mais 20min. Todas as nossas escolhas possuem determinantes e terão suas próprias consequências! Muitas vezes fazemos nossas escolhas com base em determinações externas e permitimos que os outros escolham por nós mesmos, dizendo o que é importante, como se o que é importante para eles fosse algo importante para mim. Pense e reflita quais determinantes estão direcionando sua escolha profissional!
Você tem insistido naquilo que não faz mais sentido em sua vida?
Idealizar, planejar e sonhar faz parte do humano e sem diminuir o valor que estas idealizações possuem, em muitos momentos de vida, nos deparamos com insatisfações e angustias gerada pela insistência em viver sonhos que não fazem mais sentido. Pare e observe se você está insistindo em caminhos e decisões pelo simples fato de um dia ter sonhado e idealizado as mesmas, e não pelo fato destas possuírem um sentido real de permanecerem em sua vida. Busque o discernimento, identificando até quando uma decisão e um caminho ainda faz sentido em sua vida. Muitas vezes a rota que traçamos deixa de fazer sentido ao longo do caminho, por isto é importante compreender que cada momento da vida pede uma decisão, e quando ela não estiver mais adequada na sua vida é preciso ter coragem para mudar e repensar por qual caminho prosseguir.
O auto perdão é tão importante ou mais que o perdão ao outro!
Perdoar-se é tão ou mais importante quanto perdoar o outro e este exercício de se perdoar exige em um primeiro momento a compreensão de que você é simplesmente humano e por assim ser, o primeiro passo para a prática do auto perdão é assumir para si que você sempre estará se desenvolvendo e para isto necessitará errar, aprender com os erros e tentar uma nova estratégia. Buscar estar consciente de si e de suas limitações é só o início para que o auto perdão aconteça.
Você usa Lupas para olhar seus problemas?
De um modo particular e literal a tirinha desta semana nos convida a refletir sobre as lupas interiores que muitas vezes, mesmo que em um processo inconsciente, utilizamos para avaliar e compreender nossos problemas. Quando usamos lupas enxergamos nossa dualidade ou problema de um modo hiperbólico, nos posicionando como vítimas, impotentes e sem condição de ação. Maximizamos o problema, não conseguimos olhar para mais nada além deles, e assim perdemos muitas vezes a oportunidade de olhar para o que há ao nosso redor, inclusive, para a própria solução das nossas angústias e sofrimentos!
A mudança é algo necessário com o passar do tempo
A tirinha do personagem Snoopy revela de um modo autêntico como as pessoas se comportam diante das dificuldades, angústias existenciais e conflitos interpessoais. Muitas vezes, ainda que optando por pagar o preço árduo de conviver com o problema, continuamos sem ação diante do mesmo. Como se na vida houvesse truque de mágica que tivesse o poder de transformar a nossa realidade, eliminando nossos problemas sem que haja esforço próprio para isto. Enquanto você continuar com as mesmas condutas – ou com a falta delas, no caso de Snoopy – seus problemas provavelmente continuarão os mesmos. Se desejar mudanças, realize-as!
Até que ponto “somos” sozinhos?
A tirinha demonstra que a existência humana está relacionada ao modo como o outro nos vê, e estar aberto a ouvir e compreender o outro pode nos ajudar em nossa própria compreensão
O perdão é só para os outros?
Perdoar-se é tão importante quanto perdoar o outro, estar sem culpa em relação a si mesmo é um modo de manter-se leve para estar bem nas relações.
Pagar com a mesma moeda?
Ter paciência com aqueles que não nos tratam como gostaríamos é uma forma de sermos solidários com a dificuldade do outro.
O que tem valor?
A tirinha vem questionar onde estamos procurando o verdadeiro valor das pessoas que nos rodeiam.
A mudança é algo necessário com o passar do tempo.
É importante perceber que por mais necessárias que sejam as mudanças nem sempre elas exigem um esforço tremendo, ou provocam grande desconforto, muitas vezes só é preciso mudar de perspectiva frente a vida.
Você tem feito silêncio?
Muitas vezes é no calar que as respostas se encontram.
Até que ponto “somos” sozinhos?
A tirinha demonstra que a existência humana está relacionada ao modo como o outro nos vê, e estar aberto a ouvir e compreender o outro pode nos ajudar em nossa própria compreensão.


(34) 98403-1161 / (34) 99169-4849
Redes Sociais
Clínica Nitti Clínica Nitti / Uberaba-MG
Rua Alfén Paixão, 594 - Bairro Mercês
Clínica Ônix Clínica Ônix / Uberlândia-MG
Rua Prata, 915 - Bairro Aparecida